O princípio do fim da publicidade, parte II.

Eu gosto de ver publicidade na televisão … na minha opinião a publicidade é uma arte de criatividade humana. Pessoas, artistas neste caso, por mim admirados e respeitados, pintam e cinzelam a arte de fazer convencer e conseguem a maioria das vezes enaltecer coisas fúteis em adoráveis e insubstituíveis produtos.

 

No lado inverso está para mim o desprezo pelo objectivo da frieza material economicista dos patrões das marcas. Na ânsia e sofreguidão de objectivos para mais e mais lucros, fazem completas asneiradas matando a arte da boa publicidade e provavelmente fazendo o inverso do esperado.

 

Passo a exemplificar a minha ideia com uma publicidade recente:

 

A Coca-cola com sardinhas?!?!?!?!

 

Sinceramente cabe na cabeça de alguém ligar as duas coisas?

 

Coitado do profissional que teve de trabalhar esta ideia, só podia dar uma coisa horrível como deu, só de ver fica-se logo enjoado.

Não concebo de maneira nenhuma acompanhar Coca-cola com peixe grelhado, marisco e fica ridículo personalizar sardinhas a namorarem uma garrafa de Coca-Cola, querem afinal convencer-nos de quê?

Provavelmente que depois de experimentar, é para nunca mais repetir e dar graças a Deus por haver cerveja, vinho tinto e branco fresquinho para acompanhar os petiscos.

 

São estas idiotices de cérebros iluminados que lixam tudo, digo eu. A firma da marca investe milhões na perspectiva e provavelmente convencida que vai ter mais lucro concorrendo para um mercado já ocupado. Mas com uma aberração destas acaba mas é por ter um efeito inverso. Depois fica em dificuldades económicas e lá vão mais uns trabalhadores para a rua com a desculpa de pouca produtividade …

 

Não seria muito melhor relacionar esta bebida como sendo boa para matar a sede a desportistas ou a estudantes nas suas festas que se aproximam (queima das fitas), em substituição da cerveja e do vinho, se era essa a ideia?

Pelo desporto falo da minha experiência, pois é nos momentos de grandes empenos de caixão à cova que a Coca-Cola bem fresquinha me anima a alma, levando-me rapidamente açúcar ao cérebro reanimando-me o moral e as forças para continuar em frente.

 

Agora atacar a sardinha e marisco com Coca-Cola?!!!!!

Oh… Santo deus, isto é um atentado ao nosso paladar…

publicado por Abrasar às 21:37
favorito | |  O que é?