Open da Maia na Barca e Regional do Porto em Travanca

A pequena freguesia Barca da Maia marca já uma tradição na rotina de receber provas de cross-country desde o antigo e primeiro inter freguesias da Maia do início da década passada. Na altura e na opinião de muitos impossível de se fazer um bom circuito, mas o certo é que o G.D dos Maiatos, não só aproveitou o circuito, para em conjunto com a vontade desde de sempre da Junta de Freguesia de Barca tem mantido a prática de provas, até bem divertidas e se não tem subidas, tem bastantes curvas e contra curvas a exigir uma boa condução e ainda muito importante, a cruzar em muitos sítios permitindo ao público presente seguir muito bem os atletas durante as suas corridas.

 

 

 

 

A escola de ciclismo BravusCuras esteve presente com todas as categorias de escolas (bambis, benjamins, iniciados, infantis e juvenis) e como costume juntam-se à família os atletas mais velhos como pais e também outros BravusCuras, que os pequenos vão conhecendo e vão gritando para os incentivar nas suas corridas.

 

Afinal todos fazem uma bonita festa desportiva e de convívio, com os jovens menos comedidos na sua irreverência a brincarem e a fazerem jogos com os outros amigos das outras equipas. Neste sentido fica comprido um dos objetivos importantes que se quer no desporto, a amizade entre todos os atletas e intervenientes do desporto.

 

 

Como nota final e curiosa foi a escola ter conseguido pódios em todas as categorias de escolas. Demonstra na prática como tem sido costume o empenho e o esforço dos jovens na competição, sendo contudo uma vontade intrínseca em todos os restantes colegas de equipa que nos treinos ajudam e muito toda a equipa, assim como também nos encontros na classificação geral. 

A Poderosa a facturar outro pódio de primeiro lugar

 

 

Por conseguinte toda esta equipa de atletas, pais, BravusCuras e treinadores só podem estar orgulhosos por toda esta excelente participação e exemplar comportamento desportivo com todos os restantes intervenientes. 

 

 

 

O Ferramentas contribuiu com a sua participação como tem vindo a ser costume nesta época, juntamente com mais pais da escola de ciclismo, o que proporciona agradáveis momento de desporto e trocas de experiências para contentamento dos jovens que vem também os seus pais a participarem.

 

 

Já o Fininho foi cumprir juntamente com a equipa de XCO ASC/Bike Zona mais uma prova do regional do Porto em Travanca, e na opinião do jovem apesar de tudo correr bem o circuito mostrou-se muito curto e com uma acrescida dificuldade que o jovem detesta e que é a lama. Defenitivamente não foi do seu agrado, não conseguindo deste modo expandir o seu XCO, como costume.

publicado por Abrasar às 08:51
favorito | |  O que é?