A minha "mecada" na Volta aos Mecos do aniversário do Paulo PatoCycles

Paulo Rodrigues, para os amigos, Patu, de longa data faz passeios para os amigos e clientes da sua loja, actual PatoCycles. O passeio do seu aniversário tem já tradição no ciclismo fora de estrada, só tem um inconveniente... É feito em Novembro e raras são as vezes que não chove e ainda por cima há sempre o problema de a noite chegar cedo... Pois noite, é que geralmente é sempre o dia todo a pedalar...


E assim hoje dia 1 de Novembro a chover bem forte, como é costume, juntaram-se 25 amigos em frente da loja para uma primeira recomendação do "chefe Patu" a dar o sinal de arranque, só com um tempinho para a fotografia do grupo.



 

De partida pelos "maus" caminhos de S. Mamede de Infesta e da Maia, bem interessantes a fazer mais uma vez, noutro outro passeio... :)


Bem mas as dificuldades fizeram-se logo sentir com a esclada das rampas para o primeiro ponto geodésico (meco) em S.Miguel O Anjo na freguesia da Folgosa. Neste ponto fintei o pessoal quando esperavam por todos e cheguei primeiro... 


Em Alfena foi o segundo, um novo meco descoberto que antes não era conhecido de passeios anteriores. E podia ser só mais um, mas tinha de ser diferente com umas desgraçadas rampas que rompiam em direcção ao céu... 


Aqui o passeio dividia-se para os que queriam fazer só a parte da manhã, alguns despediram-se, outros quiseram fazer ainda o terceiro a seguir com a conquista da serra de Susão.

 

Bem e depois foi a minha "mecada" solitária, em Susão o grupo mais forte já tinha partido e mais ninguém queria continuar a seguir. O tempo estava péssimo com muita chuva, resolvi ir sozinho e arrastei-me literalmente, em Stª Justa já não conseguia fazer nenhuma subida em cima da bicicleta até ao 4º meco... Bem nem as descidas as conseguia fazer, tal era a inclinação cheias de pedras. Arriscar faze-las nas condições em que estavam e sozinho, não era lá muito boa ideia ter uma queda nessa altura...




Continuei e como companhia tinha as marcas dos pneus que recentemente tinham passado no local pelo grupo da frente. Lá consegui chegar a muito custo até ao 5º ponto geodésico na serra de Pias. Aí resolvi regressar pois penso que levava muito atraso do grupo da frente. Foi a decisão acertada pois estava completamente sem forças... empenado por assim dizer... Cheguei à loja, local da partida às 15h30, fiz 64 km em 6h15, e um acumulado de 1484m.

 

E como é tradição, estas evasões do Patu continuam a ser sempre muito duras, uns verdadeiros desafios para os mais fortes, eu mais uma vez adiei a realização de chegar ao 6º ponto geodésico com as forças necessárias para depois regressar...



tags:
publicado por Abrasar às 18:53
favorito | |  O que é?