Escola de ciclismo.

Depois de dois eventos realizados em duas escolas, na EB23 de Leça do Balio para alunos do primeiro ciclo e na EB23 de Leça da Palmeira para alunos do segundo ciclo é curioso e interessante verificar dois factos:

- O primeiro facto é a fraca participação das meninas, verificando-se assim que a falta de adesão da classe feminina no desporto nomeadamente no ciclismo é um problema logo de infância. Muito se pode especular sobre o tema mas na minha opinião a responsabilidade é da edução dos pais nomeadamente da mãe, que de um modo geral "protege" a sua menina dessas coisas de rapazes, da própria sociedade de informação e de entretimento televisivo que geralmente mostra os rapazes a praticar desporto e as raparigas são empurradas para papeis de meras observadoras e de enredos de paixão. Pode-se verificar isto mesmo na telenovela que os jovens gostam e eu como pai de uma menina de cinco anos verifico e observo a atenção que a minha filha dá a essas cenas. Outro exemplo é na na publicidade em geral, onde a mulher é mais utilizada como personagem do tipo matriarca e o homem como mais aventureiro e desportivo.

 

- O segundo facto é a constatação da existência de valores escondidos, pois nos dois eventos realizados não foram os meninos mais experientes na prática de corridas BTT de cross-country que ganharam as gincanas, na EB2.3 de Leça da Palmeira até foi um menino que ganhou com uma bicicleta emprestada da escola de BTT. Verifica-se assim que se pode evoluir muito na modalidade se conseguirmos descobrir forma de encontrar, cativar, informar e encaminhar esses valores escondidos que por distracção, ou desinteresse ou falta de informação dos pais e das escolas ficam para sempre escondidos...

publicado por Abrasar às 10:56
favorito | |  O que é?