Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

ABRASAR

As crianças praticam desporto pelo prazer e pela satisfação que lhes proporciona e o ganhar é apenas uma parte da sua motivação. Nunca ralhem com os jovens por cometerem erros ou por perderem uma competição. "Treino de Jovens"

As crianças praticam desporto pelo prazer e pela satisfação que lhes proporciona e o ganhar é apenas uma parte da sua motivação. Nunca ralhem com os jovens por cometerem erros ou por perderem uma competição. "Treino de Jovens"

Primeira experiência num evento de ciclismo no "cascalho"

Foi depois de me dedicar ao ciclocrosse, que comecei a ouvir o nome estranho do que parecia ser mais uma nova moda de ciclismo o Gravel...!!!

A tradução de Gravel para português é mesmo cascalhoe juntando bike, bicicleta, fica Gravel Bike que simplificando a questão, nada mais do que é andar de bicicleta por terrenos mistos de terra e asfalto. Não me vou alongar mais pois já há muitos artigos na net. sobre Gravel Bike.

Entre amigos encontrou-se um evento de Gravel em Espanha e espontâneamente eu o João Santos e o Rui Oliveira organizamo-nos e fomos participar neste passado fim de semana (22/23 de Junho) no Guadarrama Gravel Challenge (GGC), um evento que nesta data faria a sua segunda edição.

IMG_20190622_121326.jpg

Pelo que me deu a entender esta vertente de ciclismo tem como característica longos desafios e junta o melhor dois dois mundos, os Gran Fondos com maratonas de BTT e como vimos na prática acaba por ser um ciclismo ainda mais livre e menos agressivo para a natureza. Utiliza estradões de terra florestais, caminhos fechados ao transito, estradas de asfalto e com as bicicletas gravel dá gosto absorver os quilometros... Talvez por isso é que os eventos em termos de quilometragem passam sempre os três digitos. Neste GGC havia a versão de 158km com 3700m de desnível acumulado e que a organização aconselhava o levar luzes e a versão 3/4 de 110km e 2400 de desnível acumulado, optamos por este último.

IMG_20190622_150333.jpg

O local para a partida e chegada deste desafio foi no Camping Capfun El Escorial em Guadarrama, uma localidade simpática e vocacionada para o turismo da região e que dá nome ao Parque Nacional de Guatarrama que é composto por uma cadeia montanhosa do Sistema Central situada entre as serras dos Gredos e de Ayllón. Mede aproximadamente 80 km de comprimento e o seu pico mais alto é Peñalara com 2 430 m de altitude. Um local que atrai neste tempo os apaixonados pela observação ornitológica, os caminheiros, ciclistas de BTT, ciclistas de estrada e no inverno com neve os desportistas do esqui.

A prática do Gravel é também sinónimo de autonomia, e assim abordamos o desafio seguindo um track de gps disponibilizado pela organização. As partidas foram livres entre as 8h30 e as 9h00 e lá fomos os três que aos 10km já estavamos a subir bem, mas entusiasmados e rendidos ao conceito deste ciclismo.

IMG_20190622_085436.jpg

As paragens foram constantes, o objectivo era o de absorver ao máximo a experiência e apreciar a extrema beleza das paisagens e das serras. Locais com bosques de enormes pinheiros bravos e nórdicos davam provas de estarmos a passar por florestas muito antigas, que nos davam a frescura bem necessária para a temperatura alta do dia.

IMG_20190622_131354.jpg

Passamos por caminhos em tunel por esta vegetação a dar a sensação do infinito, o clorido da vegetação, os animais soltos no seu pasto, os maciços monumentais de granito e enormes vales galaciares fizeram-nos sentir como já não sentiamos há muito tempo, felizes a pedalar na descoberta da natureza no seu quase estado selvagem. Mas descobrimos também monumentos e patrimonio da humanidade, caminhos de santiago, vestígios romanos como a La Calzada Romana de Cercedilla, e outro como a Cruz del Valle de los Caídos, el Real Sitio y Monasterio de El Escorial, El mirador de los poetas… Mas também os quatro pontos mais altos a variar entre os 1600m e 1900m de altitude do percurso, Abantos, Leones, La Fuenfría e Cotos.

IMG_20190622_124047.jpg

Quanto às bicicletas... Digamos que as nossas não estavam propriamente preparadas para o Gravel, necessitavam de pneus mais resistentes e largos, a condução nas descidas era muito dura, tivemos dois furos por trilhar a câmara de ar, a única que não teve furos estava equipada com tubless.

IMG_20190622_110048.jpg

Mas gostamos da simplicidade das bicicletas e para este tipo de percurso é a ideal, aborda a estrada que numa btt seria um aborrecimento e anda em estradões a grande velocidade onde uma btt seria muito dificil de acompanhar e uma estradista não conseguiria andar. Ficamos fãs e com vontade de continuar e acreditamos que esta vertente se vai desenvolver, não será uma moda e pensamos que as nossas serras tem condições para serem descobertas pelo Gravel. :)

Clicar AQUI para ver um album de fotos.

A seguir pequeno vídeo sobre o nosso percurso.

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Escola de ciclismo

Clicar para ir ao site

Clicar para ir ao site

Links

Baú do Abrasar

Tempo, o mais visitado.

Entidades. Os oficiais.

Competir, outros Spots.

Sábios do ciclismo.

Experts no On line

Escolas de Ciclismo

BIKE POLO

Movimento bicicleta

Organizadores das provas

Atletas. Paixão pelo máximo.

Competir? Também, claro.

Treino - Oficina

Fóruns. blá, blá...

Favoritos.

Duros das Single Speed

Pedalar, um vício.

Amantes da Montanha.

Agua, a razão de tudo.

Fervorosos Activistas

GPS

Mapas

Turismo - Itinerários

Favoritos por aí perdidos.

Comerciais. Os Sortudos. ;)

Material usado.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D